25 fevereiro 2005

Situação política actual e demissão do Dr. Paulo Portas

Julgo ser chegada a altura de me expressar em relação aos acontecimentos dos últimos dias! Em primeiro lugar, muito triste me sinto (aliás, como quase todos os populares) pelos resultados que o nosso partido obteve nestas eleições! "Porquê?" foi a primeira pergunta que me coloquei a mim mesmo... Contudo, o estado emocional que sentia não me permitiu fazer qualquer raciocinio válido sobre o assunto.
Hoje, julgo poder fazer algumas considerações menos enfermadas de parcialidade. Não nos podemos esquecer que o CDS fez parte do Governo e, como tal, não pode tentar fugir às responsabilidades decorrentes disso mesmo. Não podemos descartar todas as culpas no nosso parceiro de coligação. De facto, a atitude mais fácil é a de, nos momentos dificeis, deitar as culpas para cima dos outros e fugir das responsabilidades que temos. O CDS tem a sua cota parte (maior ou menor) nos sucessos e insucessos do Governo que integrou! Assim sendo, tem o direito de reclamar o mérito que lhe é devido pelas conquistas governativas mas tem também a clara obrigação de assumir como seus alguns dos erros e insucessos do passado Executivo!
Sou uma pessoa que adora o seu Partido mas que, acima de tudo, ama Portugal! e é esse amor que sinto pelo meus País que me faz fazer estas considerações!
Relativamente à demissão do Presidente do CDS estou, como a maioria dos populares, triste pois considero que o Partido acaba por sair fragilizado! Contudo, considero que foi a decisão correcta pelos motivos apontados pelo Dr. Paulo Portas. Concordo com o Dr. Paulo quando este afirma que os quatro objectivos propostos não foram atingidos! Assim, não estranho nem discórdo da demissão do Presidente do meu Partido. O Paulo é uma pessoa inteligente e sabe assumir os erros quando os comete! Por isso, temos somente que apoiar a sua decisão e fazer votos para que o próximo Presidente seja tão bom como o Paulo. Cada pessoa é única na vida do partido e por isso acredito que o trabalho realizado pelo Paulo ñunca será esquecido por nenhum de nós! Contudo, o CDS não ficará certamente parado e terá sempre uma atitude construtiva em prol do Pais que tanto ama!
Foi uma demissão coerente e, na minha opinião, algo necesária à vida do Partido! O trabalho construtivo do Paulo foi certamente uma mais valia para o nosso Partido. O CDS deve muitissimo ao Presidente que agora deixa a liderança! Contudo, o CDS reclama ar novo que nova vida lhe dê! Assim, uma nova liderança até poderá ter os seus beneficios para a vida do Partido de que tanto gostamos!
Foi uma campanha pela positiva onde muito aprendemos e crescemos! Infelizmente não tive o tempo que gostaria de ter tido para fazer campanha, mas nunca deixei de lutar pelos valores em que acredito!
Um forte abraço José Morais Barbosa