30 maio 2005

Presidente da república, ou 'lobyist' europeu

Presidente da república, ou 'lobyist' europeu

O presidente da república continua descaradamente a emitir opiniões pessoais em discursos de estado, na tentativa de influenciar a opinião pública portuguesa. Esta situação é inaceitável.

O presidente tem de ser imparcial em relação a todas as questões, esse é o seu papel, não o extravase por amor de Deus.

Não se pode também esquecer de que o ser presidente é ser presidente de todos os portugueses e não apenas dos defensores do sim ao referendo europeu.

Em vez de fazer campanha pelo sim devia era informar o país sobre o que é exactamente a constituição europeia e as reais consequências da ratificação, para que os cidadãos possam votar informadamente!