04 junho 2006

Im-Paridade

Injusta???

Naaa!
Se este projecto passasse a lei, seria a institucionalização da idiotice, ou no mínimo, da hipocrisia ignorante. Ninguém em plena posse das suas capacidades intelectuais, pode defender a paridade através de um projecto de lei totalmente ímpar e discriminatório para os homens da política!

Com isto não quero negar a necessidade de se fazer um esforço para aumentar a participação das mulheres na política, mas isso faz-se com políticas de incentivo e de apoio à maternidade/cuidado dos filhos e do lar (ocupações tradicionalmente e intuitivamente ocupadas pelas mulheres em Portugal), que é em grande parte o que as impede de participar na política. Isto é que precisava de ser feito e até hoje pouco se fez.

Concordo contigo num ponto, João, salva-se a mostra de bom-senso por parte do presidente, o que é uma lufada de ar fresco na política nacional, de hoje em dia infelizmente. Com excepção da bancada parlamentar do nosso partido que heróicamente se tem batido por este e outros temas que nos tocam a todos e que caso contrário seriam aprovados insuspeitamente como uma facada nas costas dos eleitores. (E saboreia este momento, que é raríssimo eu elogiar o representante máximo do que me dá muita mágoa, a república, Viva O Rei!)

Duarte