30 março 2004

"A imaginação é mais importante que o conhecimento." Einstein

29 março 2004


Mesmo estando sujeita a que este post seja censurado (por nada ter que ver com Política!), tenho que dizer ao Miguel, que eu também acredito em fadas!


E ás vezes como é doce acreditar que com o bocadinho de pó de fada todos os nossos sonhos se tornam realidade...

Palavras para quê??? (Afinal era por isto que a NASA mandava sondas a Marte... na esperança de encontrar o Bin Laden! Mas com a preciosa informação do Dr. Mário Soares os EUA podem voltar a concentrar atenções nas montanhas do Paquistão!)


«O ex-Presidente da República Mário Soares reiterou hoje a sua defesa sobre a necessidade de abertura de canais de diálogo com organizações como a "Al-Qaida" e acusou os Estados Unidos de tentarem "colonizar o mundo". Perante cerca de cem pessoas, num colóquio promovido pelas fundações Fiedrich Ebert e José Fontana, na Associação 25 de Abril, o ex-chefe de Estado recusou definir-se como "um anti-americano primário". "Gosto dos Estados Unidos do pensamento livre e das suas universidades, mas não daquela América que coloniza há várias décadas a América Latina e que tenta agora colonizar o mundo", observou o eurodeputado socialista, após lembrar que, após o 25 de Abril de 1974, a extrema-esquerda o considerava "um homem dos americanos e, mesmo, um agente da CIA". Na sua intervenção, Mário Soares reagiu também a artigos esta semana publicados em órgãos de comunicação social, que contestaram a sua proposta de defesa de haver diálogo com a organização fundamentalista islâmica "Al-Qaida". O ex-presidente da República visou de forma crítica, sobretudo, as ideias preconizadas pelo eurodeputado social-democrata Pacheco Pereira, que recusou em absoluto a possibilidade de as democracias negociarem com organizações terroristas. Numa referência aos elementos da "Al-Qaida", Soares alegou que "eles não são marcianos , mas seres humanos como todos nós". "Pacheco Pereira diz que não se pode negociar com mortos, mas eles não são mortos, nem são seres desprovidos de racionalidade, por alguns deles até estudaram em universidades norte-americanas e, inclusivamente, dominam sofisticados sistemas ao nível tecnológico", contrapôs ainda o ex-Presidente da República. Mário Soares procurou a seguir vincar que "o terrorismo é um flagelo e que as armas são importantes para o combater". "Mas as armas não são a única solução para erradicar o terrorismo", observou, antes de criticar as intervenções militares norte-americanas por terem "arranjado dois grandes campos de terrorismo no Afeganistão e no Iraque". Ainda de acordo com Mário Soares, a via do confronto armado face ao terrorismo "não pode ser a única solução", porque "não podemos matar todos os muçulmanos". Na sua intervenção, o ex-Presidente da República mostrou-se optimista com as consequências políticas que resultarão da recente vitória eleitoral dos socialistas espanhóis, quer no que respeita à abertura de uma via para aprovação da Constituição Europeia, quer na política de combate ao terrorismo.»


 (Com tanta intervenção do Sr. Ex-Presidente, prevêem-se tempestades pelos lados do Largo do Rato!!!!)

Amanhã o Ministro de Estado e da Defesa Nacional irá à Comissão Parlamentar de Defesa apresentar, em detalhe, as propostas para a profissionalização das Forças Armadas.

Este é, sem dúvida, um assunto de manifesto interesse para os jovens portugueses na medida em que, se por um lado acaba o serviço militar obrigatório, não acabará o dever de defesa da Pátria (Artigo 276º nº 1 da Constituição) e a carreira nas Forças Armadas tornar-se-á uma opção tentadora para muitos jovens em começo de carreira. Neste contexto o Ministro de Estado e da Defesa Nacional apresentará as suas propostas que assentam em 4 ideias fundamentais:

1. tornar a carreira nas Forças Armadas compensadora em termos financeiros;
2. abrir as saídas profissionais dos militares uma vez terminados os seus contratos - possibilidade de ingresso na GNR;
3. regalias sociais como apoio à reintegração profissional e apoio social (incluindo regalias em termos de maternidade e paternidade);
4. alargamento das possibilidades de acesso ao Ensino Superior (contingentação de vagas) e concessão de Bolsas de Estudo, sem distinção de posto.

Paralelamente a este processo as Forças Armadas estão empenhadas na sua modernização e reequipamento para que os jovens portugueses, rapazes ou raparigas, possam encarar a carreira castrense como uma verdadeira alternativa de futuro!

Devemos, por isso, louvar estas iniciativas do Senhor Ministro de Estado e da Defesa Nacional no sentido de cumprir o objectivo (e imperativo) constitucional de profissionalização das Forças Armadas sem colocar em causa o dever de Defesa da Pátria e as necessidades das Forças Armadas em termos de recursos humanos!

Bloco de Esquerda

 

Ontem um amigo dizia-me uma coisa que eu nunca tinha pensado: o bloco de esquerda é do mais útil possível à Direita... E é! Facilita-nos imenso a vida, porque, naquelas ocasiões em que ainda não tivémos tempo, pachorra ou disposição para pensar num assunto qualquer, basta ouvirmos a posição do Bloco acerca desse assunto, para sabermos que posição tomar: a contrária!

De facto, nunca encontrei qualquer ponto comum entre o que os principais lideres do bloco (Louçã, M.Portas e Rosas) dizem e o que eu defendo. Nem com o PCP tal constante desacordo acontece!

Isso necessita de alguma meditação...

Será que eles são marcianos? Uma vez que o nosso ex-presidente Soares já nos esclareceu que os Al-Kaedas não são marcianos, talvez seja a vez de ponderar acerca da proveniência terrestre desses seres da extrema esquerda neo-trotskista do nosso país.

Eis a minha conclusão, que não é nem muito brilhante, nem muito inovadora, mas é a minha:

Esses seres são o produto acabado da sociedade mediática. Só apresentam medidas fracturantes e polémicas porque são essas as que aparecem com grande alarde nas manchetes. Levantam assuntos que nunca tinham sido relevantes até ao momento como se isso fosse a mais básica das necessidades dos nossos tempos e conseguem empolgar a nossa, já de si destituída de qualquer juízo, comunicação social para estas batalhas da maior importância.

Está concluído: eles não são marcianos, são telé-jornaló-radiocianos!

Vai daí, e porque em Alcoutim muita futurologia se faz, pus-me a pensar em quais serão as vitais batalhas do Bloco nos próximos anos quando os temas do aborto, eutanásia, casamento dos homosexuais e impostos sobre a fortuna se esgotarem:

1) Promoção do casamento poligâmico. Afinal de contas, os muçulmanos são uma minoria que não deve ser desprezada na nossa sociedade e que, na prática já praticam a poligamia. É claro que também não tomarão por completo as ideias muçulmanas porque, igualdade é igualdade e as mulheres também hão-de poder ser poligâmicas. E não há dúvida que isso seria divertido: a Maria casada com o Manel, é também casada com o Zé que por sua vez é casado com a Ana que também é casada com a Joana (afinal de contas, igualdade oblige e por essa altura já o casamento dos homosexuais será uma realidade), filha da Maria e de sabe-se lá qual dos seus maridos. Para quê esta família burguesa e tradicional que nós defendemos, se a outra poderia ser muito mais divertida?

2) Obrigatoriedade do congelamento e conservação dos corpos, não vá o diabo tecê-las e no futuro aparecer um cientista que aprenda a reanimar os mortos. É uma coisa essencial à nossa sociedade de que ainda ninguém se lembrou.

3) Promoção da imigração mongol. É que não há muitos mongóis na sociedade portuguesa e os três que existem sentem-se infelizes, sózinhos e incompreendidos. No fundo, uma minoria excluída.

Já ouvi dizer que o PP tem que começar a jogar o jogo do bloco, senão este ultrapassá-lo-á (mesmo nas eleições, não nas sondagens apresentadas pelos meios de comunicação social e nas quais já ninguém inteligente acredita). Pois, então aqui estão três brilhantes ideias que levariam o PP aos picos de audiência nos horários nobres da televisão.

Aqui entre nós, deixem o Bloco ser Bloco e o PP ser PP e, se não tivermos a mesma projecção mediática deles, ao menos temos a consciência de que não o temos porque não o queremos, porque as brilhantes ideias já por cá andam.

 

Alcoutim

27 março 2004



I do believe in Fairies, I do, I do!

E se eu não crescesse mais?
"Liderar não é impor, mas despertar nos outros a vontade de fazer"

26 março 2004

Eis o tempo de publicitar os fantásticos resultados eleitorais da dinâmica lista A!


COMISSÃO POLÍTICA CONCELHIA
Lista A - 86 votos
Lista B - 16 votos

Total de Votos - 102
Brancos/Nulos - 0


MESA DO PLENÁRIO CONCELHIO
Lista A - 86 votos
Lista B - 16 votos

Total de votos - 102
Brancos/Nulos - 0


DELEGADOS AO CONSELHO NACIONAL ELEITOS
Beatriz Soares Carneiro - 86 votos
Diana Domingues - 85 votos
Diogo Alvim - 85 votos
João Freire de Andrade - 84 votos
Joana Ribeiro e Castro - 83 votos
Nuno Arnauth - 83 votos
Madalena Simas - 82 votos

Total de votos - 102
Brancos - 0
Nulos - 8


DELEGADOS AO CONSELHO DISTRITAL ELEITOS
Diana Domingues - 85 votos
Miguel Machado - 84 votos
André Barbosa - 83 votos
Beatriz Soares Carneiro - 83 votos
João Freire de Andrade - 83 votos
Nuno Bonneville - 83 votos
Joana Ribeiro e Castro - 82 votos
Nuno Van Uden - 82 votos
João Bento - 80 votos


Total de votos - 102
Brancos - 0
Nulos - 7


Agradecemos desde já aos amigos do Blog do Caldas a referência à nossa vitória! Obrigada!

86/16

Depois de angustiantes horas de espera o resultado confirmou que as piores previsões não tinham sentido e que a vitória era nossa. GANHÁMOS!
Sei que parece mal dizer isto, na medida em que não sou imparcial na apreciação, mas entendo que todos merecemos, sem dúvida, a retombante vitória obtida. Foi o prémio do esforço, do trabalho, da dedicação e do empenho de todos nós ao longo de quase dois meses!

Mas há alguém que merece mais que todos esta vitória e estes números: o Carlos Oliveira Andrade, MI (recém eleito) Presidente da CPC de Lisboa da JP! Sem o Carlos dificilmente se teria juntado um grupo tão heterogéneo, dinâmico, divertido e capaz! Ele foi o nosso motor, quem puxou por nós, quem nos gritou quando merecíamos, quem nos incentivou nas horas de dúvida, quem nos guiou ao longo destes dois meses de preparação, quem nos fez acreditar que o sonho era possível e que poderíamos ganhar a CPC e cumprir o nosso projecto!
Em meu nome e, decerto, em nome de todos, é hora de dizer: obrigada Carlos, por tudo!

Mas há mais, mesmo esquecendo os números da vitória e os meses de trabalho que temos pela frente, tudo já valeu a pena, como disse, e bem, o Miguel, pelos amigos que fizemos, pelas apostas já ganhas (Blog; Página; 'noites de convívio'; etc...), pelo simples facto de termos provado que uma equipa de gente nova, acabadinha de chegar ao velho 'Caldas' tem motivação e garra e continuará, depois de nós, a erguer a bandeira da JP, e a fazer novas pessoas acreditar que vale a pena entrar para esta casa e dar um bocadinho (ou muito!) de nós à 'causa'! Obrigada a todos!

Uma última nota à lista que não ganhou: perderam, é certo, mas souberam ter o mais importante, grande dignidade na hora de assumir a derrota. É sempre bom termos pela frente adversários como vocês, leais, correctos e frontais.

Agora, fazendo minhas as palavras de alguém mais velho, mais sábio e nosso ilustre Presidente (Dr. Paulo Portas) é hora de arregaçar as mangas e trabalhar, trabalhar, trabalhar!

Foi grande a nossa aposta; é grande o desafio que nos proposemos; podem crer que o nosso desempenho saberá estar à altura!

Parabéns a todos!

25 março 2004


GANHÁMOS!!!!
... E Hoje vencemos Lisboa. Amanhã, o Mundo. ;)

Parabéns a todos.
Acabaram-se os tremores no estômago, os votos de cada um, ouvem-se as palmas iniciais, deixem o espectáculo começar.



Veni, Vedi, Veci
A Vitória já é nossa. Qualquer que seja o resultado daqui a bocado, já ganhei.
Foi uma vitória total, uma vitória com as reuniões, com a página, com este blog, com as pessoas que conheci e com quem aprendi tanto.
Agora, estou perdido entre cromossomas, mitoses e meioses (em português, estou a "marrar" ciências) e não posso estar aí...
Mas estou aqui a tremer pelo resultado que vai sair daqui a muito pouco tempo.

Queria agradecer a todos mas, muito em especial, à Ana Maria, por ser uma menina mais velha do que eu que acreditou em mim e me deu a honra de pertencer a esta equipa, ao João, por se ter atirado comigo para dentro desta caverna escura, sem sabermos bem o que íamos encontrar, por estar sempre não só como amigo mas, agora também, como colega. E ao Carlos que foi um verdadeiro mestre durante estas últimas semanas, é um privilégio ter podido acompanhá-lo neste caminho, ter aprendido tanto, ter percebido o poder da experiência misturada com a juventude.
Muitos outros nomes poderiam continuar esta lista... a Beatriz, o Diogo, o André, o António (não te esqueças dos pic-nics!!)...

Agora, deixo os dados rolar mas, antes de ver o resultado queria pedir um último favor a todos estes "meninos mais velhos" da nossa lista.
Queria pedir-vos que isto não acabasse, que o grupo continuasse, nem que seja como oposição, manter o blog, como testemunho do que a nossa equipa foi, vir aqui, fazer barulho, agitar cartazes políticos, falar de um filme... até mesmo trazer uma citação que mostre o que nos vai na alma.
Esta lista não pode desaparecer, temos que continuar.
Obrigado por termos chegado a esta Vitória, por termos rumado tanto para a atingir, por ser uma Vitória plena... mesmo antes dos dados rolarem.
Um abraço a todos (as meninas guardem um beijinho),

As urnas estão a abrir... estamos a um passo de ser a próxima CPC de Lisboa.


Boa Sorte a NÓS!!!!!!!!!!

O Diogo ficou chocado com o resultado que lhe deu o teste do political compass... não sei se já mais alguém o experimentou e terá, eventualmente, ficado chocado/a com os resultados! Gostava de saber, confesso!


No meu caso, acho que o resultado foi bastante aproximado daquilo que penso: direita moderamente liberal! O facto de ser de direita não me surpreendeu, antes pelo contrário! Quanto ao ser liberal, julgo que tem que ver com a evolução que tenho feito em termos de pensamento político nos últimos tempos. Não serei uma neo-liberal convicta mas acredito que o Estado deve, no essencial, deixar o mercado funcionar livremente e também no tocante às chamadas questões sociais deve abster-se de se intrometer na vida dos cidadãos definindo comportamentos ou padrões. Não posso contudo, esquecer, a matriz democrata-cristã que marca ainda, em larga medida, o meu pensamento sobre algumas dessas questões sociais e que suavizam traços potencialmente liberais!


Gostaria de citar, a este propósito, uma frase de um artigo do Professor João Marques de Almeida que, falando sobre a posição da direita face a questões tão difíceis como o aborto, a toxicodependência, as uniões de facto homossexuais e outras, deixa uma pista de reflexão interessantíssima: «Há uma lição que a direita não se pode dar ao luxo de esquecer. Foi a convicção nas virtudes da tolerância e do pluralismo que permitiu que a direita liberal derrotasse os seus adversários totalitários do século XX. Ora, esses valores não servem só para derrotar os nossos inimigos. Devem servir também para vencer os nossos fantasmas sociais e morais


 


Devo dizer que não gostei deste teste que a Beatriz aqui colocou!!! Não gostei de ser considerado de Centro-Esquerda com tendência para o Liberal!!!

EU????????????????????? De esquerda??????????????

Até me deu um arrepio!

Eu vou explicar em que é que eles se baseiam...

Os yankees acham que quem é contra a Pena de Morte, por exemplo, é de esquerda. E que quem acha que o mercado deva ser regulado para não ser a lei da selva também o é. E, acima de tudo, quem não gosta da maneira como eles actuam na sua política externa e interna, ou é louco, ou um perigoso fanático com tendências terroristas ou comunista!

O que acontece é que eles não sabem muito bem o que é a Democracia-Cristã. Em Portugal ou qualquer outro país com a mesma tradição, muitas atitudes até do Partido Democrata seriam inaceitáveis por serem demasiado liberais do ponto de vista económico.

Então aqui vai a minha opinião para este blog de algumas características fundamentais para um bom Democrata-Cristão:

- O Democrata-Cristão acha que a economia aberta de mercado é a que proporcionará maior liberdade e melhor nível de vida às pessoas, mas não é por isso que confia cegamente nela para promover um melhor bem estar para toda a população; por isso acredita que ela necessita de uma correcções, sendo estas fundamentais para uma sociedade equilibrada.

- O Democrata-Cristão acredita que a vida humana é um valor fundamental a preservar em todos e quaisquer casos, seja o da criança por nascer, seja, o do doente terminal ou idoso, seja, até, o do assassino e violador em série. E a essa vida deve ter sempre assegurada não só a sua continuidade como também a sua dignidade.

- O Democrata-Cristão é sempre ecologista, porque acredita que a melhor maneira de desenvolver, é arranjar um equilíbrio entre as necessidades das pessoas e as da Natureza para que, a médio prazo não venham todos a perder; por isso tem uma visão eco-cêntrica do mundo, percebendo que o facto de o Ser Humano ser a espécie animal mais poderosa, não lhe dá maior domínio mas maior responsabilidade.

- O Democrata-Cristão põe a terra e os demais meios de produção ao serviço do homem e da comunidade e não apenas de um conjunto de privilegiados; por isso, ao invés de ser um privilégio, esses meios de produção devem também ser considerados como uma responsabilidade de quem os detém para com os demais. E se essas pessoas não percebem naturalmente isso, o estado deve assegurar uma regulação que, de certa forma o imponha.

- O Democrata-Cristão acredita nas pessoas e na sua capacidade criativa para o desenvolvimento, por isso considera que as Liberdades política, religiosa e social são bens a serem protegidos.

- O Democrata-Crsitão é patriota. Acredita que existe uma noção de pátria que é mais do que um conjunto de pessoas que nasceu no mesmo espaço de terra e se auto-governa. A Pátria é daqueles que são, que foram e que serão numa continuidade histórica e social que deve ser acarinhada e desenvolvida.

Como eu disse, esta é sómente a minha opinião. Nada disto é novidade, nada disto foi inventado ou sequer desenvolvido aqui por mim ou por quem quer que seja. É um conjunto de ideias muito pragmáticas que se foram instalando ao longo de séculos na nossa sociedade europeia e que provam ser as melhores soluções, precisamente porque, uma vez que não foram inventadas por ninguém, foram sendo aperfeiçoadas por muitos milhões de pessoas.

 

Como não podia deixar de ser, em dia de eleições na Concelhia... Que ganhe a melhor lista!

Na minha opinião a nossa é a melhor (como é óbvio, porque senão não estava nela) e espero que essa opinião seja maioritária, mas se não fôr, espero que a outra lista possa ser verdadeiramente... DEMOCRATA-CRISTÃ!

 

Alcoutin

24 março 2004




COMISSÃO POLÍTICA CONCELHIA


PRESIDENTE


CARLOS OLIVEIRA ANDRADE


VICE-PRESIDENTE


Maria Rueff


António Saraiva


Nuno Bonneville


SECRETÁRIO GERAL


Zé Morais Barbosa


VOGAIS


André Barbosa


Diogo Alvim


Diana Domingues


João Bento


Miguel Machado


Sara Nobre



 


 


MESA DO PLENÁRIO CONCELHIO


FRANCISCO D'AGUIAR


SARA CASTRO


JOANA RIBEIRO E CASTRO


 


 



9 DELEGADOS AO CONCELHO DISTRITAL


ANDRÉ BARBOSA


BEATRIZ SOARES CARNEIRO


DIANA PERRO DOMINGUES


JOANA RIBEIRO E CASTRO


JOÃO FREIRE DE ANDRADE


JOÃO BENTO


MIGUEL MACHADO


NUNO BONNEVILLE


NUN VAN UDEN


 



 


7 DELEGADOS AO CONCELHO NACIONAL


BEATRIZ SOARES CARNEIRO


DIANA PERRO DOMINGUES


DIOGO ALVIM


JOANA RIBEIRO E CASTRO


JOÃO FREIRE DE ANDRADE


NUNO ARNAUTH


MADALENA SIMAS MENDONÇA

22 março 2004

Este é um teste divertido que nos posiciona no 'compasso político'... é uma boa forma de nos localizarmos!


http://www.politicalcompass.org/

O Dr. Soares e o processo negocial para resolução de conflitos

Na semana que passou o país foi mimado com mais um comentário brilhante do Dr. Mário Soares, ilustríssimo ex Primeiro Ministro, ex Presidente da República e actual Eurodeputado socialista. No actual estado de coisas já estamos habituados a que dali não venham, propriamente, ideias brilhantes ou pérolas de como 'fazer política'! De todo o modo, esperamos, ainda, (talvez imbuídos do nosso espírito caridoso e tolerante de democrata-cristãos) algum decoro, lucidez e decência intelectual por parte de um homem que exerceu o mais alto cargo da Nação!
Mas não há alternativa! Não podemos continuar a ser tolerantes com o Dr. Soares porque ele perdeu, definitivamente, a noção do ridículo! Não é que o senhor se propõe negociar com a Al Qaeda de Bin Laden? Quando ouvi isto pela primeira vez pensei que fosse um excerto do «Contra Informação» ou qualquer outro programa humorístico. Mas não era! Eram declarações do eurodeputado Soares que acredita, veementemente, que a melhor forma de resolver o problema do terrorismo é 'negociar' com Osama Bin Laden!
Pois claro... como ainda ninguém se tinha lembrado disto???? Porque não fazermos uma cimeira bilateral - Estados Unidos vs Al Qaeda - em território neutro e negociar uma convenção internacional para eliminação do terrorismo? (mais ou menos nos mesmos termos das convenções para eliminação da dupla tributação sendo que também podemos ter o modelo OCDE vs modelo da ONU!) Era a solução ideal... os EUA cederiam umas quantas parcelas do seu território (de preferência torres do género do WTC) para ataques terroristas da Al Qaeda sendo que esta, por sua vez, se comprometeria a só utilizar o seu potencial destrutivo nessas zonas demarcadas e com pré-aviso de 72 horas!
Ridículo!!!
No entanto foi defendido! Ainda há quem defenda a negociação com terroristas quando todos sabemos que ao terrorismo não se cede nem se concede o benefício da dúvida! Os terroristas como Bin Laden e a AL Qaeda não querem concessões ou negociações. Querem destruir a nossa sociedade e o nosso modo de vida. Atacam para causar o maior impacto e onde menos se espera. Espalham o terror e a morte sem que com isso procurem alcançar um objectivo político, social ou económico claro e preciso! Porém o Dr. Soares acha que se pode 'conversar' com essa gente!

Não deixa de ser curioso que o mesmo homem que recusa um debate frontal, esclarecedor e democrático com o Dr. Paulo Portas seja o primeiro a querer 'debater' com Bin Laden o terrorismo.

Não é preciso dizer mais nada!!!


19 março 2004

PAIXÃO



Eu li O Livro.

18 março 2004

MISSÃO


E a nossa missão continua e, usando a irmandade do André, é importante dizer que vamos ter a Beatriz para sempre nas páginas desta história em que nos envolvemos. Obrigado Beatriz por tudo o que já se passou até agora e por tudo o que se prepara para vir.

Hoje, deixo um desafio a todos. E que tal fixarmos uma Missão para amanhã? Simples, possível e prática. Eu já tenho a minha.
Boa Noite.

Uma decisão

Cumpre-me comunicar aos amigos que me acompanham nesta caminhada e aos ilustres leitores deste BLOG que surgiu uma alteração à lista da CPC anteriormente apresentada, na medida em que esta Vice-Presidente, decidiu deixar a composição dos 11, dedicando todo o seu empenho, dedicação, carinho e amizade ao projecto e aos seus ilustres elementos, sem participação 'oficial'.
Esta decisão não veio do nada, tem razão de ser e foi devidamente ponderada e comunicada aos dois Presidentes, Carlos Andrade (da futura CPC) e ao Francisco Aguiar (da actual e da futura mesa) ontem. Sei também que o Carlos encontrará alguém da máxima competência, inteligência e diligência para ocupar a Vice-Presidência que agora ficou vaga (tarefa que não será nada difícil atendendo ao grupo que juntámos!).
Se por um lado esta saída pode surpreender alguns, estou certa que todos compreenderão que aquilo que poderia dar a este projecto, e ao Carlos em particular, continuarei a fazer mesmo sem participar no 11. Em nada diminuiu a minha motivação, confiança e vontade de trabalhar. Como prova disso mesmo, continuarei responsável pelo nosso magnífico BLOG e pelo Projecto de Formação Política, um dos pilares essenciais desta candidatura. Para além do mais, fica o compromisso solene de que usarei todos os meus conhecimentos e capacidades para ajudar o Carlos, e todos os que connosco estão, a fazer uma grande Concelhia!
Espero que ninguém tente encontrar nesta minha decisão motivações oculpas ou pretensas cisões no grupo. Nada mudou e continuarei a ser uma convicta defensora deste projecto para a Concelhia de Lisboa!
Confiante na vitória,
Beatriz Soares Carneiro
18 de Março de 2004

17 de Março de 2004

Sei que este texto já vai com um dia de atraso mas mais vale tarde que nunca!
Pois bem, caros amigos, ontem passaram dois anos das eleições que deram a vitória à coligação PSD-CDS que governa, e bem, o país deste 6 de Abril de 2002.
Pois bem, a coligação está de PARABÉNS pelo excelente trabalho que tem feito e, decerto, durante os dois anos que faltam para o final da legislatura muito mais fará em prol de PORTUGAL.

Máxima para Hoje

"Se não der frutos, valeu a beleza das flores. Se não der flores, valeu a sombra das folhas. Se não der folhas, valeu a intenção das sementes." (Henfil)

16 março 2004

A nossa 'constelação'

Para quem passa por este blog e ouve falar na nossa fantástica lista fica a dúvida: mas quem são eles?????
Podem consultar a nossa página de apresentação para descobrirem, mas é meu entendimento que também têm o Direito de saber, pela simples leitura do Blog, quem somos nós. Quem é, afinal, a tão falada lista A que se candidata à Concelhia de Lisboa da JP???

Presidente
Carlos Oliveira Andrade

Vice Presidentes
Maria Rueff
António Saraiva
Beatriz Soares Carneiro

Secretário Geral
Zé Morais Barbosa

Vogais
Diogo Alvim
Miguel Machado
Diana Domingues
André Barbosa


E, para além dos membros da CPC, temos o Francisco d'Aguiar como Presidente da Mesa e muitas mais pessoas que nos acompanham, ajudam e apoiam e que são verdadeiras estrelas: o João Bento, a Joana Ribeiro e Castro, a Madalena Simas, o Nuno Arnauth, o João Antunes, a Sara Nobre, o Ivan Isidoro, a Joana Passinhas, a Sara Castro e muitos outros que estão connosco e que connosco acreditam na vitória, conquistada a cada dia!

The Fellowship...

Este vai ser o meu 1º tópico no nosso blog (já ouço as palminhas). Hoje apetece-me falar...de nós! Pois bem amigos, acho que aquilo que caracteriza o nosso grupo (ou lista) pode muito bem ser comparado às aventuras do Frodo Baggins a levar o Anel...Neste caso, temos o Carlos Andrade que nos pretende levar não a um Vulcão ou Montanha, mas sim a um outro tipo de Missão...a Missão de fazer algo não por nós, mas pelo nosso partido e claro, consequentemente, para a população em geral! Não sei que papel temos nós nesta aventura, nem se somos Anões, Elfos ou meramente Homens. Mas uma coisa sei: que dentro das nossas possibilidades, com os nossos talentos e carismas, os pomos em prática, cada um a seu jeito (espero não ter soado demasiadamente profético! - risos).
Pessoalmente, já estive ligado a alguns movimentos ou grupos da mais variada cariz, mas uma coisa noto que esta nossa "Fellowship", esta Irmandande, se distingue dos outros: há empenho, há motivação. Sinto novamente algo que não sentia há imenso tempo...uma sensação de atracção e não de ter de ser movido por empurrão!

Espero realmente que o nosso Frodo (risos) consiga levar o Anel deste Missão e nós façamos tudo para o ajudar...mesmo com adversários, sejam eles da matéria que forem, saberemos que a frase "Rumo à Vitória" faz SEMPRE sentido!

Bem haja a Irmandade da JP!

André Barbosa

JANTAR EM SANTARÉM


COMEMORAÇÃO DO  2º ANIVERSÁRIO DA VITÓRIA NAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS


INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DO PARTIDO
PAULO PORTAS


CNEMA - Quinta da Cegonha - Santarém
“ Feira da Agricultura ”


DIA 20 DE MARÇO - SÁBADO - ÀS 20:00 HORAS


Preço por pessoa:€12,50

Obrigado a todos,

Queria em primeiro lugar agradecer a todos os que aceitaram entrar comigo neste projecto. Sem eles nada disto seria possível. O meu obrigado muito especial à Beatriz e ao Miguel Machado pela realização deste blog. Queria também agradecer publicamente ao André Barbosa todo o seu empenho na realização do "nosso" site.
Estes vão ser dois instrumentos essenciais na aproximação entre os militantes e a direcção da concelhia de Lisboa.
Desde a minha entrada na Juventude Popular, este já é o meu 7º período eleitoral, e nunca vi uma Equipa tão empenhada e motivada como esta. As ideias nascem e são concretizadas em poucas horas. Foi assim com o blog, uma ideia que nasceu numa troca de mails entre mim e a Beatriz antes da hora de almoço, e ao fim da tarde já estava feito.
Tenho muita esperança na nossa vitória no próximo dia 25 de Março. Rumo à vitória.
Carlos Andrade

15 março 2004

11/3/2004


Este último post do Diogo interpela-nos a todos a reflectir sobre um dos mais difíceis temas da actualidade - o terrorismo e as suas terríveis consequências.


Acho que ainda estamos todos em choque com o que aconteceu em Madrid na quinta-feira passada e, talvez por isso, não tenhamos a cabeça fria para analisar os acontecimentos. Pois bem, a quente, o que me parece é que, a  vitória do PSOE e as manifestações de rua a culpar Aznar pelos atentados, é a vitória do terror contra a liberdade e a democracia.


Se Espanha se aliou aos Estados Unidos, como Portugal e muitos outros Estados democráticos, fê-lo na convicção de que o combate ao terrorismo, nomeadamente o terrorismo de grupos como a Al-Qaeda justificam a guerra preventiva. Este tipo de guerra, previsto no Conceito Estratégico de Defesa dos EUA só poderá ser utilizado em circunstâncias extremas e contra Estados Pária que sistematicamente violem os direitos humanos, dêem guarida a terroristas e financiem organizações como a de Bin Laden. Era este o caso do Iraque, onde a brutal tirania de Saddam Hussein tinha que acabar nem que para isso fosse preciso recorrer à guerra preventiva. A guerra do Iraque não foi uma guerra injusta e muito menos a invasão de um Estado Soberano e Democrático por forças inimigas.


Em Portugal a esquerda virá já dizer que Portugal está hoje em risco por ter sido anfitrião da 'Cimeira da Guerra', como lhe chamam, e pelo apoio inequívoco ao nosso aliado Americano. Porém a esquerda esquece-se que, se  Portugal está hoje em risco de um atentado terrorista não será pelo alinhamento da nossa política externa ou por termos GNR's no Iraque. Se Portugal for atacado selo-á por ser um Estado de Liberdade, Democrático e que cultiva o estilo de vida ocidental! Estivemos ao lado dos EUA quando terroristas atacaram o coração da América; estamos ao lado de ESpanha agora que Madrid foi o alvo de terroristas sem nome; estaremos, pois, ao lado de todos os povos atingidos por estes actos cobardes em nome da Liberdade, da Justiça, e da Democracia.


Os terroristas não vencerão! «En ese tren íbamos todos

As eleições em Espanha

Dois dias bastaram para mudar aquele que parecia ser o rumo previsível destas eleições espnholas.
Depois de dois mandatos à frente do governo, parecia que ao PP de Aznar sucederia o PP de Rajoy.
E tal não seria mais do que o justo. Durante dois mandatos, a Espanha cresceu enormemente do ponto de vista económico e do ponto de vista de visibilidade internacional no seio da UE e da OTAN. Os espanhóis vivem melhor do que há oito anos apesar da recessão internacional; a ETA foi combatida não cedendo o governo a nenhum dos seus reptos.
No entanto, de um momento para o outro tudo mudou. A um atentado terrível e trágico seguiu-se uma série de ditos e contraditos sobre a autoria do mesmo, se a ETA, se a Al-Kaeda. O PP não se soube defender dos ataques da esquerda e procurar justificar a entrada da Espanha no Iraque e apontar o dedo a quem realmente cometeu aquele crime bárbaro, a Al-Kaeda. Desde os atentados do 11 de Setembro que a esquerda se preocupa mais em condenar od diferentes governos pela sua entrada no Afeganistão ou no Iraque do que apontar soluções para o combate a esta organização que não olha a meios para aterrorizar o Ocidente.
Escrevo com a consciência de quem sempre foi contra qualquer invasão do Iraque, mas também com a firme convicção de que o governo de Aznar não teve quaisquer culpas no atentado do passado dia 11 de Março; quem quer fazer terrorismo não procura justificações para os seus actos, não se preocupa com as vidas humanas que ceifa nem com as famílias que destroça. Apenas se preocupa com lançar o terror.
Infelizmente os espanhóis vieram dar razão à Al-Kaeda, em vez de se unirem contra esse flagelo.
Em vésperas do Rock in Rio e do Euro 2004, há que perguntar à nossa esquerda se o seu objectivo é estar contra o governo ou contra os terroristas: se escolherem estar contra o governo, que assumam as consequências do que aconteça; se contra os possíveis terroristas, que estudem e proponham medidas que visem evitar o que se passou em Madrid.

Viva Portugal!

Alcoutim
A Lista A sempre em Movimento!

... E assim começa mais uma iniciativa da nossa lista, mais um projecto que esperamos duradouro e com vista a aumentar e melhorar a relação entre a nossa lista, os militantes da JP e a juventude em geral, só é necessário esperar para ver o nosso futuro, ver se conseguimos, mesmo, ajudar a enDireitar Portugal e aproveitar todos estes suportes para uma boa realização dos nossos objectivos.
À Beatriz, deixo um muito obrigado muito especial e ofereço aqui (publicamente) toda a ajuda necessária... (mas depois falamos).
Com as palavras do nosso líder, resta esperar que este Rumo à Vitória não termine, um grande abraço de boa sorte a todos e, em especial, beijinhos às meninas. ;)

Vamos ver se continuamos em Movimento!

O nosso BLOG!

Este Blog é a concretização de um dos compromissos eleitorais da Lista A que se candidata à Concelhia de Lisboa da Juventude Popular.
Pretendemos não só ser uma lista de futuro e com futuro, mas usar das novas tecnologias para mantermos contacto permanente com os nossos apoiantes e com os militantes e simpatizantes da JP!
Este é um espaço de debate, um fórum de ideias que se pretende vivo, dinâmico, por vezes polémico e sempre irreverente!
Contamos com um conjunto fabuloso de 'bloggers' que, tenho a certeza, farão do 'uma geração às direitas' um blog de referência para os jovens do CDS e da direita em geral!
Para saberem mais sobre nós podem consultar a nossa fantástica página na Net!
Parabéns Beatriz!!!
Bjs,
FA
Este é o Blog da Lista A à Comissão Política Concelhia de Lisboa da Juventude Popular.
Benvindos!